31 julho 2010

António Feio (1954-2010)

"Aproveitem a vida e ajudem-se uns aos outros, apreciem cada momento, agradeçam e não deixem nada por dizer, nada por fazer..."

"O humor tem ajudado e essa é a minha grande arma. Se pudesse, matava o bicho a rir"

É o que eu gosto de fazer, não sei fazer mais nada

António Feio.



O actor e encenador António Feio morreu ontem à noite após um ano e meio de luta contra o cancro. Rodeado pela família e pelos amigos mais próximos, manteve a boa disposição até ao fim. Não deu cabo do bicho, como queria, mas deixou uma lição inigualável de optimismo e de vontade de viver.

Links:

3 comentários:

alien disse...

Não há ninguém insubstituivel...dizia o outro!!
Aqui está a excepção à regra.

Atlas disse...

Grande verdade!
Portugal ficou mais triste, mas compete-nos a nós contrariar o espírito macambúzio português!

"Façam o favor de serem felizes!"

Fábio Paulos disse...

vai deixar muitas saudades :(