11 janeiro 2010

Religião vs Homem

David Horsey, «Seattle Post-Intelligencer»
Sendo agnóstico, tenho sérias dificuldades em entender as atitudes cometidas por diferentes actores, em nome da religião, ao longo da história.
Se me disserem que os interesses económicos são a origem de todos os males e que a religião é usada como uma autorização moral superior, para se cometerem essas barbáries, aí compreendo o interesse estratégico da justificação divina como meio de unir as massas a seu favor, não compreendo é essas mesmas massas carentes de um ser superior para os salvar do eterno inferno, acreditarem nos argumentos dos líderes religiosos e na sua interpretação distorcida das palavras sagradas, que por coincidência escritos por outros religiosos e muito humanos também...

1 comentário:

C. Maurício disse...

Mas é assim mesmo...
Quando nos deparamos com a realidade da morte, não vemos outra alternativa senão buscar alguma forma de transcendência, aí tocamos no divino...
Mas é deprimente ver as pessoas tentado fazer algo para deus ao invés de tentar fazer algo por seus semelhantes...

depois dê uma conferida: ometafisico.blogspot.com

Também escrevo sobre isso :)